1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2




descargar 134.63 Kb.
título1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2
página3/3
fecha de publicación26.02.2016
tamaño134.63 Kb.
tipoDocumentos
b.se-todo.com > Documentos > Documentos
1   2   3

36 - Identifica-se, a partir da década de 60, na prática do assistente social, uma tendência de ruptura com as origens e traços conservadores. Essa ruptura caracteriza-se por:
a) Interpretar para os usuários os valores e ideologias da instituição, de modo a promover a estabilidade social.

b) Conduzir a população ao enquadramento nas exigências e normas institucionais.

c) Garantir a ênfase dominante nos procedimentos administrativos e burocráticos.

*d) Efetivar a prática profissional sem reduzi-la ao mero repasse de benefícios sociais, os quais representam apenas a sua aparência.

e) Implementar uma política para acabar com a pobreza.
37 - O rompimento com uma cultura de tutela, presente na relação com os segmentos subalternizados da sociedade brasileira, exige do assistente social, por intermédio dos programas sociais:
a) O desenvolvimento de programas focalistas, que privilegiam os mais pobres entre os subalternizados.

b) O desenvolvimento de uma ação pautada na defesa dos valores individualistas.

c) O desenvolvimento de ações que levem o destinatário à aceitação de sua situação social, para evitar entraves ao trabalho do assistente social.

*d) A criação de condições efetivas de participação dos usuários na gestão e controle dos serviços que produz e opera.

e) O atendimento estrito das necessidades imediatas, para dar mais abrangência ao trabalho de assistência social.
38 - Considere as afirmativas a seguir.
I. O Serviço Social enquanto prática profissional sempre realizou uma ação educativa junto às classes populares, na medida em que sua intervenção interfere nas concepções, comportamentos e representações da população acerca de si própria, do Estado e da Sociedade.

II. Articulada à ação de prestação de serviço, o assistente social realiza a educação política dos usuários da assistência social.

III. As atividades educativas são projetadas com fins disciplinares e não com fins de desenvolvimento social da população.

IV. O assistente social, em sua prática, promove mecanismos de ação que levam à educação social dos grupos atendidos.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

*c) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas I e IV.

e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
39 - Caracterizam o processo pedagógico do trabalho social com segmentos populacionais ou em ambientes comunitários, os seguintes procedimentos, EXCETO:
a) O levantamento das particularidades do segmento populacional e a situação do grupo.

b) A análise dos fatos como indicativo da realidade concreta.

c) A consideração da organização social constituída.

d) A definição coletiva dos objetivos a partir da realidade concreta.

*e) A adoção sumária de modelos de projetos sociais que deram resultado em outros contextos.
40 - Relativamente à proteção social, qual o maior avanço da Constituição de 1988?
a) A adoção de programas de erradicação do emprego informal.

b) A isenção de contribuição para os empregadores sobre o faturamento e o lucro.

*c) A adoção do conceito de seguridade social para as áreas da saúde, da previdência e da assistência.

d) A conquista dos auxílios maternidade, natalidade e funeral.

e) A proibição da assistência à saúde para a iniciativa privada.

41 - Um dos maiores desafios do assistente social na contemporaneidade é:
*a) A reorientação de seu cotidiano para facilitar o acesso da população ao saber sobre si própria, aos recursos disponíveis e ao poder de decisão.

b) O manejo eficiente e racional de recursos dentro dos parâmetros burocráticos.

c) A ruptura com tarefas executivas para dedicar-se exclusivamente ao planejamento.

d) A luta por ampliar a mercantilização dos serviços sociais.

e) O desenvolvimento de estratégias e táticas para a gestão da vida cotidiana da clientela, conforme as prioridades institucionais.
42 - FALEIROS refere-se a dois modelos metodológicos para a execução do trabalho social, o da regulação e o da articulação. Esse autor define o modelo da articulação como aquele que procura desenvolver o trabalho social considerando que os problemas apresentados por um indivíduo ou população são expressões das relações sociais e não resultado estático de uma falha individual ou coletiva, enquanto o modelo da regulação:
a) Estuda o modo de produção capitalista em busca de sua superação.

b) Busca alternativas para a eliminação das políticas sociais.

*c) Estuda certas situações-problema, buscando uma compensação em termos de recursos para essa situação.

d) Estuda as desigualdades oriundas da má distribuição de renda e busca a superação dos conflitos sociais.

e) Nenhuma das alternativas corresponde ao modelo da regulação.

43 - A estratégia que deve ser utilizada pelo assistente social para articular as necessidades da clientela e as formas como as normas institucionais podem dar conta dessas necessidades é chamada de:
a) Subordinação.

b) Procuração.

*c) Mediação.

d) Dominação.

e) Representação.
44 - Segundo FALEIROS, o paradigma da articulação consiste na elaboração consciente, conseqüente, teórica, política e técnica das relações sociais presentes no relacionamento profissional, para a construção de estratégias e táticas para a solução de problemas. Sob esse paradigma:
*a) Exige-se a análise conjuntural da correlação de forças, de forma a avaliar a mobilização social existente, com o objetivo de pressionar os órgãos públicos para o atendimento das demandas sociais.

b) Avaliam-se os mecanismos repressivos existentes no interior das instituições, procurando revertê-los por meio de atividades recreativas.

c) Evita-se o diálogo com as forças sociais, na medida em que o vínculo com os movimentos sociais pode interferir na neutralidade do trabalho de ação social.

d) Busca-se mostrar ao usuário seu problema sob a ótica institucional, uma vez que a solução só será alcançada utilizando-se os mecanismos institucionais.

e) Privilegia-se o trabalho voluntário como forma de dividir a responsabilidade social entre todos e justificar a falta de recursos.
45 - Na política de atendimento às famílias, identificam-se algumas linhas de atuação na forma convencional e outras que começam a emergir, denominadas alternativas. É característica da forma alternativa:
a) A subordinação das famílias ao saber dos profissionais por elas responsáveis, pois o conhecimento garante o atendimento satisfatório das necessidades básicas.

*b) Uma organização solidária, construída democraticamente, de apoio às famílias.

c) O atendimento individualizado das pessoas, atomizando o núcleo familiar, de modo a facilitar a introdução de novos hábitos culturais e valores.

d) O cunho assistencial das ações desenvolvidas, já que a população-alvo não tem capacidade de prover a própria manutenção.

e) Ações de assistência social que tenham retorno financeiro garantido, para a manutenção dos projetos.

ÉTICA PROFISSIONAL
46 - Segundo o Código de Ética vigente, nas suas relações profissionais, é dever do assistente social:
*a) Devolver informações colhidas em estudo e pesquisa aos usuários.

b) Supervisionar alunos de Serviço Social em instituições que não tenham assistente social em seu quadro funcional.

c) Gerenciar a implementação de programas sociais.

d) Acatar incondicionalmente as determinações institucionais.

e) Exercer sua autoridade definindo o nível de participação do usuário.
47 - Com base no Código de Ética, são deveres dos assistentes sociais nas suas relações com o usuário:
I. Garantir plena informação e discussão sobre as possibilidades e conseqüências das situações apresentadas, respeitando-se democraticamente as decisões dos usuários, desde que respeitem os valores e as crenças individuais dos profissionais.

II Fornecer informações concernentes ao trabalho desenvolvido pelo Serviço Social à população usuária somente quando autorizado pela instituição.

III. Esclarecer aos usuários, ao iniciar o trabalho, os objetivos e a amplitude de sua atuação profissional.

IV. Democratizar as informações e o acesso aos programas disponíveis no espaço institucional, como forma de garantir a participação dos usuários.

V. Revelar as informações colhidas nos estudos e pesquisas somente quando elas contribuírem para os interesses institucionais.
Estão corretas apenas as afirmativas.
a) I e V.

b) IV e V.

c) I e II.

*d) III e IV.

e) I e III.
48 - A revisão do texto do Código de Ética do Assistente Social de 1986, processou-se em dois níveis, reafirmando os seus valores fundantes na:
a) ação técnica e politização profissional.

b) normatização do exercício profissional.

c) autonomia e organização.

*d) liberdade e justiça social.

e) ação técnica e justiça social.
49 - De acordo com o Código de Ética de sua categoria, fica vedado ao assistente social:
a) Repassar ao seu substituto as informações necessárias à continuidade do trabalho.

*b) Emprestar seu nome e registro profissional a firmas, organizações e empresas para simulação do exercício efetivo do Serviço Social.

c) Apresentar à Justiça, quando convocado na qualidade de perito ou testemunha, as conclusões do seu laudo ou depoimento, sem extrapolar o âmbito da competência profissional e violar os princípios éticos contidos nesse código.

d) Comparecer perante a autoridade competente quando intimado a prestar depoimento, para declarar que está obrigado a guardar sigilo profissional nos termos desse código e da legislação em vigor.

e) Incentivar a prática profissional interdisciplinar.
50 - O código de Ética profissional do Assistente Social de 1993 toma como valor ético-político central a:
*a) democracia.

b) universalidade.

c) cidadania.

d) autonomia.

e) emancipação.


1   2   3

similar:

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 icon1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconPara Andrea, por abrir puertas

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconPara abrir un vínculo, sitúa el puntero del ratón sobre el título...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconImportante: Para pasar este libro a Word sigue estos sencillos pasos:...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconEn el caso de existir imágenes, a medida que avance en el texto,...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconEn el caso de existir imágenes, a medida que avance en el texto,...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconResumen a partir de la revolución científico técnica, de la evolución...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 icon"¿Para quién será el ay? ¿Para quién será el dolor? ¿Para quién las...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 iconEl agua es un elemento imprescindible para cualquier ser vivo, indispensable...

1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas. 2 icon¡Ella estaba allí para hacer un trabajo no para enamorarse de un...




Todos los derechos reservados. Copyright © 2019
contactos
b.se-todo.com